Eletrocooperativa

Vídeo produzido pelo Núcleo de Vídeo Eletrocooperativa*, cujo o tema foi trabalhado pelo professor Paulo Henrique, superintendente de planejamento do Estado da Bahia.

*“A Eletrocooperativa vem vivenciando há 6 anos, na forma de uma rede física, a experiência que agora, com esse Portal, propõe escalar no ambiente digital. Fundada em 2003 no Pelourinho, em Salvador, Bahia, com o objetivo de trazer humanização para o processo de inclusão digital. Como? Transformando o computador em instrumento musical, para que os jovens pudessem produzir sentido em suas vidas por meio da música.
Desde o início implantamos nossa própria metodologia – a Sevirologia – cujas bases são um ambiente favorável e os estímulos adequados para que os jovens possam aprender na prática e na convivência, sendo responsáveis por suas produções e por sua própria vida.
Desde sempre, incentivamos que os nossos jovens criassem coisas e as lançassem na rede, unindo o upload ao processo usual de download de conteúdo. Tínhamos, portanto, um conceito e uma atuação de rede 2.0 sem estar ainda no ambiente digital. Para que isso acontecesse, criamos em 2005 nosso primeiro portal , um ambiente para upload do conteúdo gerado pelos jovens trazendo o conceito da nossa rede 2.0 para o digital. Esse portal foi uma das primeiras plataformas digitais para distribuição de conteúdo livre no Brasil, e um dos primeiros a usar licenças creative commons.
A formação dos jovens continuou evoluindo e identificamos que, para consolidarmos nosso processo, era necessário gerar renda para os jovens. Nasceu em 2006 a Usina de Produção, a rede de produção e geração de renda da Eletrocooperativa em seu formato físico, composta pelos jovens do nosso projeto. Era o início da nossa atuação no conceito 3.0, pois a produção e o upload de conteúdo veio acompanhado pela geração de renda.
Em 2007 abrimos na Vila Madalena, em São Paulo, a nossa Empresa Social, com o objetivo de atender alguns clientes estratégicos em suas demandas por projetos de desenvolvimento sustentável. Acreditamos que a nossa história como projeto social nos dá legitimidade e sensibilidade para traduzir as ações das empresas, promovendo um olhar mais humano e verdadeiro.
O lançamento desse Portal, agora, é uma evolução e um alargamento da nossa atuação. Um espaço onde pessoas em toda a América Latina podem ter uma experiência semelhante aos jovens da Eletrocooperativa.
Na página Sevirologia, se utilizar dos conteúdos de educação de nosso processo de formação para criar. Ter a possibilidade de Difundir sua criação, e ainda ser remunerado por isso.
Queremos com isso irrigar outras redes  como a nossa, ampliando o espaço de criatividade e valorização do indivíduo e seu trabalho”

Anúncios

Sobre Alê Almeida

Alessandra Felix de Almeida
Esse post foi publicado em Economia Criativa e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s